Notícia

Diversas atividades movimentam bimestre do curso de Engenharia Ambiental

04/10/2012


 

O bimestre passado foi de muita atividade para o Curso de Engenharia Ambiental da Uniuv. Em meados de agosto, na manhã do dia 23, o Engenheiro Químico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Petrobrás, Antônio Carlos Giacomin, ministrou palestra para uma plateia composta por estudantes da Uniuv, Fafi/Unespar, Cursos Técnicos do Colégio Tulio de França, Ensino Médio do Colégio São José, Sesi, Agronomia (Uniguaçu) e funcionários da Novacki S/A.

À noite, foi a vez do Prof. Dr Audálio Rabello Torres Jr (UFRJ), Metereologista, que abordou fatores de circulação oceânica, clima, modelagem numérica, teleconexões e Atlântico Sul. O evento contou com apoio do professor Gilberto Luís Gonçalves (Fafi/Unespar).

Grupo de estudos relata novas experiências

O grupo de estudo de Engenharia Ambiental tem como propósito, levar a conhecimento da sociedade a importância de se promover o desenvolvimento sustentável. Para isso, conta o trabalho de acadêmicos que criaram uma peça de teatro e oficinas que buscam a conscientização por meio de apresentações em escolas, empresas e diversas organizações.

A mais recente foi realizada no Instituto Piamarta, em União da Vitória. “Foi uma experiência muito boa. Além da Oportunidade que tivemos de passar um pouco de nosso conhecimento e da consciência ambiental pela construção de puff’s com materiais recicláveis, ainda recebemos o carinho das crianças e adolescentes. É muito bom ver nossos objetivos serem alcançados”, relata Else Ely.

A cada apresentação ou oficina há um interesse diferente e, para Chayenne de Souza, sempre há novidades. “A atividade no Instituto Piamarta nos ajudou a enxergar um cotidiano diferente do qual estamos acostumados e, assim, percebemos que nosso trabalho é reconhecido, pois tivemos uma aceitação muito boa”, conta.

Mesmo sendo um publico homogêneo, Simone Salanti Ziegman, não se intimidou e surpreendeu-se com os resultados. “Todos foram muito participativos e estavam bastante empolgados para realizar a confecção dos puff’s e levar para seus quartos”, finaliza. 


por: Renate Ihlenfeld