Notícia

Professores dos cursos de Comunicação Social participam do Intercom

13/09/2016


Os professores dos cursos de Comunicação Social, Edinei Wassoaski e Angela Farah, participaram entre os dias 5 e 9 de setembro do XXXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom, sediado pela Escola de Comunicações e Artes (ECA), da Universidade de São Paulo (USP), em São Paulo. O evento acontece desde 1977 e reúne alunos de graduação e pós-graduação, pesquisadores e profissionais da área. No evento são debatidos tópicos de jornalismo, relações públicas, publicidade, rádio, televisão, cinema, produção editorial e de conteúdo para mídias digitais e políticas públicas de Comunicação, entre outros. O tema desta edição foi Comunicação e Educação - caminhos integrados para um mundo em transformação.

Na oportunidade, os professores que já participaram do Intercom em outras ocasiões, apresentaram artigos resultados de suas teses de mestrado e doutorado. “O tema do meu artigo foi a proposta de pesquisa que estou desenvolvendo no curso de doutorado na USP. Nele eu apresento a base teórica e metodológica da minha pesquisa, incluindo alguns dados preliminares da pesquisa documental. Com o título "Histórias de crianças em situação de rua em jornais paranaenses: uma proposta de pesquisa", minha investigação busca a compreensão sobre as confluências que as mudanças semânticas em torno da temática “crianças em situação de rua” podem desenvolver, trazer ou causar aos diversos atores sociais, possíveis públicos ou autores desses materiais, em seus campos de atuação, como a sociedade, o governo e a própria imprensa, representada por seus profissionais, os repórteres”, comenta Angela. Já Wassoaski apresentou um aspecto da sua dissertação de mestrado, que trata sobre a divulgação de dados oficiais do Governo pelos jornais O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo e O Globo durante o período eleitoral de 2014, com enfoque ao comportamento dos jornais em relação ao governo Dilma, que na época era candidata à reeleição.

Segundo Wassoaski, um dos pontos altos do evento é a troca de experiências com outros profissionais da área, o que pode contribuir para o aperfeiçoamento de seu trabalho. “Saber como um professor de Jornalismo lá do norte está trabalhando determinado aspecto da comunicação com seus alunos e poder compartilhar a forma como você trabalha isso em sala de aula é bastante compensador e enriquecedor”, explica.

Já para Angela, a participação de um comunicador em eventos como o Intercom é de grande importância, pois permite que uma pesquisador exponha seu trabalho e tenha conhecimento sobre outras pesquisas, ideias, atividades, práticas de ensino. “É um momento importante também para discutir as questões profissionais da área, que estejam circulando no momento. Vive-se uma semana bastante intensa e bem cansativa, mas o resultado é muito positivo. Quando a gente volta de um congresso desses, o mais complicado é conseguir organizar tudo o que se viu e repassar para os alunos e colegas de trabalho, o que é fundamental, no meu ponto de vista”, aponta.

 

 


por: Ivana Caroline - Doing/Agexcom